quinta-feira, 18 de abril de 2013

A crise aos olhos de uma criança de 12 anos

Por estes dias, lancei o desafio ao  meu filho mais velho, que me resumisse a crise em portugal. Então resultou este texto, que partilha tal como ele o escreveu.
"Actualmente, Portugal vive numa crise financeira, que dura desde o ano 2010. Esta crise financeira, foi criada pelo senhor, engenheiro e ex-primeiro ministro José Sócrates, que era ministro nesse ano. Portugal só está nesta crise financeira porque o sr. José Sócrates comprou dois submarinos, que custaram muito dinheiro. O sr. José Sócrates, não teve em conta, se depois de os comprar, ficaria com muito ou pouco dinheiro, para outros projetos, como ordenados, construção de estradas e etc.
Como o sr. José Sócrates já não tinha paciência para governar o país, demitiu-se, obrigando assim à realização de novas eleições legislativas. Após estas eleições, passou a ser o sr. Pedro Passos Coelho, líder do PSD, o primeiro ministro e o sr  Vitor Gaspar o ministro das finanças.
Mas, este governo parece que não sabe nada de política, porque fez um orçamento de estado que o tribunal constitucional acabou por chumbar. Obrigando, assim a troika a vir de novo fazer uma nova avaliação a Portugal.
Portugal só tem dois caminhos: pagar os empréstimos, baixar a taxa de desemprego nacional, aumentar as exportações e diminuir as importações ou continua a pedir dinheiro á troika.
Portugal está a dever 72 mil milhões de euros, parece-me que está a brincar com o dinheiro que tem. O governo gastou milhares ou milhões de euros em obras, que agora estão paradas ou que ninguém usa.
A taxa de desemprego nacional é altíssima, quase 1/5 da população portuguesa está desempregada, ou seja, 18% e a maioria são jovens.
O governo está a fazer cortes nas áreas da saúde e educação, que são duas áreas fundamentais de um bom funcionamento de um país.
Os portugueses, em tempo de crise precisam de esperança. Sem esperança, fazem mais greves ou vão para o estrangeiro. As pessoas que vão para o estrangeiro têm mais possibilidades, recebem melhores ordenados e tem um futuro profissional melhor.
Portugal tem muito que melhorar na área da economia, para que as pessoas que estão desempregadas ou que acabam de tirar um curso, possam trabalhar em Portugal, que é o seu país natal."
Tomás (12anos)

4 comentários:

  1. Muito bem "meu" pequenote...ainda vais para politico...mas vou partilhar um pensamento contigo! sabes que a crise não vem só de 2010!vem desde há muito tempo, desde que os ministros começaram a receber pensões vitalícias só por serem nomeados ministros!agora conta quantos foram e tu vês o dinheiro que esta a ser desperdiçado com esses senhores...um grande abraço para ti

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Daniel, um abraço para ti

      Eliminar
  2. Muito bem escrito Tomas.
    Forte abraco
    Tio

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Tio, um abraço para ti

      Eliminar

Obrigado pela reflexão....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...