quinta-feira, 30 de junho de 2016

Hoje...


... canta no chuveiro, ri, esquece a dieta, dança, ri outra vez e outra vez, aproveita... HAVE FUN!!

quarta-feira, 29 de junho de 2016

Easy!!!


Admito que nem sempre me sai assim, tal e tal, mas adoro... e desde que uso óculos gosto de por em evidência os olhos... chamem-me vaidosa...  mas, já que estou condenada a usar cangalhas, pelo menos que se vejam os meus olhinhos ;)

Bom dia!


terça-feira, 28 de junho de 2016

So true!!


Finally on vacation

E depois do filhote... agora é a minha vez... finalmente de férias!!!


Todos esperamos ansiosamente pelas férias anuais, mas este ano estava mesmo necessitada... sentia-me à beira do colapso, esgotada, física e psicologicamente... por isso, vou aproveitar ao máximo...

terça-feira, 21 de junho de 2016

A expressão do meu rapaz...


...Yes!!! Já estou de férias... finalmente!!!

Até que enfim, acabaram os exames. Agora é esperar os resultados, aproveitar as férias para recuperar energias para o próximo ano lectivo...

segunda-feira, 20 de junho de 2016

...


"Não é preciso andar a mostrar a nossa sabedoria a toda a gente. Não é próprio de uma senhora... em segundo lugar, as pessoas não gostam de ter por perto alguém que saiba mais do que ela. Isso humilha-as. As pessoas não vão mudar só por alguém lhes falar em condições, elas têm qu' ter vontade de aprender por elas próprias, e quando não querem aprender, então não há mais nada a fazer do que manter o bico calado ou falar a língua deles."

in Mataram a Cotovia de Harper Lee.







domingo, 19 de junho de 2016

Passado!


O que é o passado? O passado é tão somente o passado, já passou, serviu para aprender, com os erros do passado aprendemos a viver o presente. Ainda assim, não são raras as vezes que ele teima em voltar, como uma sombra. Nessas alturas, arranjamos um baú, encerra-se e coloca-se no sitio mais remoto do nosso coração. E ainda que teime em surgir, é passado, já não se pode mudar, é passado... só isso passado!

quinta-feira, 16 de junho de 2016

Sofrer por amor!




"Quem nunca sofreu por amor nunca aprenderá a amar. Amar é o terror de perder o outro, é o medo do silêncio e do quarto deserto, de tudo o que se pensa sem poder falar, do que se murmura a sós sem ter a quem dizer em voz alta. É preciso sentir esse terror para saber o que é amar. E, quando tudo enfim desaba, quando o outro partiu e deixou atrás de si o silêncio e o quarto deserto, por entre os escombros e a humilhação de uma felicidade desfeita, resta o orgulho de saber que se amou."

 M. S. Tavares in Rio das Flores

quarta-feira, 15 de junho de 2016

Não importa o tempo que faz lá fora...


... cabe a cada um de nós, procurar a forma de fazer o dia brilhar :)))

Destiny!


"Afinal, há é que ter paciência, dar tempo ao tempo, já devíamos ter aprendido, e de uma vez para sempre, que o destino tem de fazer muitos rodeios para chegar a qualquer parte."


J. Saramago

terça-feira, 14 de junho de 2016

Compreendi...



“Compreendi que viver é ser livre… 
Que ter amigos é necessário…
Que lutar é manter-se vivo…
Que pra ser feliz basta querer…
Aprendi que o tempo cura…
Que magoa passa…
Que decepção não mata…
Que hoje é reflexo de ontem…
Compreendi que podemos chorar sem derramar lágrimas…
Que os verdadeiros amigos permanecem…
Que dor fortalece…
Que vencer engrandece…

domingo, 12 de junho de 2016

Sem Limites Pra Sonhar!

Simplesmente linda!!!



O que nunca um adulto te disse

E hoje de coração mais sossegado (a rapariga já chegou ao destino), resolvi debruçar-me sobre esta coisa que é ser mãe de um adolescente, e que apesar de já o ter sido, sinto-me muitas vezes impotente para lidar com o jovem adolescente cá de casa. Posto isto, andava à imenso tempo para ler este livro:
É um livro em que a autora, Ana Amorim Dias tem uma conversa simples e descomplexada diretamente com os jovens.


«Só quero poupar-te tempo e fazer com que entendas já, sem grande esforço, tudo o que os adultos levam décadas a perceber»
 O que nunca um adulto te disse é isso mesmo: a soma de tudo aquilo que nunca te disseram e mereces saber. O que tens na mão não é só um livro, é uma conversa que a autora tem directamente contigo. Uma conversa simples e descomplexada, na qual te trata como a pessoa completa e sábia que já és.
Vais descobrir como conquistar os teus pais e fazer com que passem de teus «carrascos» a teus cúmplices. Vais ler sobre a importância do amor, da escola e de todos os relacionamentos humanos. Vais descobrir como manter sempre a tua segurança nas redes sociais, nas festas e em tudo o que a vida tem de bom. E também vais perceber como deves reagir quando te sentires desintegrado ou tiveres de enfrentar divórcios, ausências, bullying e outros problemas. Mas a melhor parte? É que se emprestares este livro aos teus pais, eles vão finalmente entender-te!
Vou ler e dar a ler ao jovem cá de casa, e alguma coisa havemos de aprender...

sexta-feira, 10 de junho de 2016

E de repente...


... bateu uma tristeza, uma agonia, um medo de perder tudo, uma coisa fora do normal, um aperto neste meu coração que tem andado doido... ontem foi um dia de intensas emoções, foi o último dia de escola, para a mais nova, com festa de despedida, muitas lágrimas , muitos abraços, afinal para o ano dificilmente estarão todos juntos e depois o despedir-me da minha pequena, que pela primeira vez vai passar uns dias longe dos pais e irmão...não sei o porquê de tudo isto, vai com os avós, ver o tio que adora... mas não sei, estou angustiada... nunca estive tanto tempo sem a minha sombrinha, a minha alma gémea, como ela diz e custou a despedida. Hoje a casa parece sem vida, aquela coisa pequenina enche só de estar presente... Isto passa, eu sei, às vezes temos que ficar um pouco tristes, afinal na vida temos de ter momentos tristes e felizes, ou então não podemos dizer que é a vida...

Tudo o que eu quero, agora, é fugir daqui...

Antes eu costumava perguntar à minha mãe: “mãe, porque as pessoas são assim?” Ela quase sempre me respondia que, quando eu crescesse, talvez eu entenderia. Eu cresci. E a verdade é que ainda não entendo. Porquê as pessoas são assim? Ninguém sabe responder. Todos se calam, silenciam, viram o rosto, passam reto, desconversam o assunto, fogem.

quinta-feira, 9 de junho de 2016

Vai devagar...

"Vai devagar… Pensa duas, três, quatro, quantas vezes forem necessárias pra não fazer bobagem. Cuida do teu coração, cuidado com quem você deixa entrar. Espera o tempo passar. Acredita menos… As pessoas não são tão legais quanto aparentam ser. Quem acredita menos, sofre na mesma proporção. Até quando você achar que é verdade, desconfie um pouquinho. Faz bem não se entregar totalmente logo de cara. Se arrisca mais, por você. Tenha coragem para dizer tudo que tens aí guardado. Seja forte para conseguir se manter calada perante alguns. Muda de rumo. Quando te mandarem ir por lá, vai pelo outro caminho. Ou vai apenas, pelo caminho do teu coração. Se você não aguentar mais fingir… Chore.

segunda-feira, 6 de junho de 2016

Não. Os bebés não são como nos é dito.

"Não. Os bebés não são como nos é dito. Os bebés não gostam de dormir num berço. Rodeados por grades. Presos numa gaiola. Não. Os bebés querem dormir ao lado do corpo da sua mãe, quentes, seguros, protegidos, amados, tocados. Não. Os recém-nascidos não querem nem sequer estar numa posição horizontal. Eles querem dormir no seu peito, na vertical, balançando-se ao som do seu coração. Horizontalizados retardam a digestão, têm vómitos, bolsam, têm cólicas, assustam-se, sentem-se vulneráveis.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google+ Followers

Leitores do Blogue

O seu a seu dono!!!

As fotos aqui contidas são retiradas da internet e algumas são trabalhadas por mim.

Se é dono de alguma imagem, por favor, mande-me um e-mail (aparece nos dados do meu perfil) para que eu possa colocar as devidas referências ou excluí-las se for a solicitação.

Não há qualquer motivação aqui de ganho, por isto os direitos de autor serão respeitados.