quinta-feira, 26 de maio de 2016

Como é bom...

...viver no campo... estudar ao "ar livre" e ainda ter um companheiro de estudo :):)




segunda-feira, 23 de maio de 2016

"Heart"


Change!



"Ando a despejar os bolsos. Tudo o que me pesa, sai. Tudo o que não me é essencial nem me faz feliz, sai. Tudo o que não me acrescenta nada, sai. Nada de grave nem de radical. Não mudei assim tanto. Continuo a ser a mesma pessoa de sempre. Mas a vida ensina-nos a separar o essencial do acessório e é bom, muito bom, quando isso acontece." [in "not so fast..."]



sexta-feira, 13 de maio de 2016

Pensamento do dia



"Vou sorrir mesmo triste.
Vou me levantar mesmo após cair.
Sempre fui assim, feliz, persistente
e, acima de tudo, forte."
[Autor desconhecido]

sexta-feira, 6 de maio de 2016

Quantos anos tenho?


"Quantos anos tenho?
Tenho a idade em que as coisas são vistas com mais calma, mas com o interesse de seguir crescendo.
Tenho os anos em que os sonhos começam a acariciar com os dedos e as ilusões se convertem em esperança.
Tenho os anos em que o amor, às vezes, é uma chama intensa, ansiosa por consumir-se no fogo de uma paixão desejada.
E outras vezes é uma ressaca de paz, como o entardecer em uma praia.
Quantos anos tenho?
Não preciso de um número para marcar, pois meus anseios alcançados, as lágrimas que derramei pelo caminho ao ver minhas ilusões despedaçadas… Valem muito mais que isso
O que importa se faço vinte, quarenta ou sessenta?!
O que importa é a idade que sinto.
Tenho os anos que necessito para viver livre e sem medos.
Para seguir sem temor pela trilha, pois levo comigo a experiência adquirida e a força de meus anseios.
Quantos anos tenho?
Isso a quem importa?
Tenho os anos necessários para perder o medo e fazer o que quero e o que sinto."
[José Saramago]

As melhores prendas, são as feitas com amor...

... como esta feita pela filhota...

domingo, 1 de maio de 2016

Oh! Mãe...

...minha querida mamy...

 Agora que sou mãe...consigo perceber, como deve ter sido difícil para ti criar dois filhos. Ter a casa arrumada,  o jantar pronto a tempo, a roupa lavada e passada e no fim ainda ter paciência para nos aturar.Tudo isso depois de um longo dia de trabalho. 

Agora que sou mãe... consigo perceber, que as mães não são super-mulheres, mas parecem... que choram quando os filhos não estão a ver, muitas vezes porque o cansaço é tanto que até faz chorar... mas ao pé dos nossos filhos, temos sempre um sorriso. 

Agora que sou mãe... consigo perceber, a angústia que deves ter sentido, quando eu e o meu irmão saímos do ninho,  a incerteza do que os futuro nos reservava... sei que ainda te sentes muitas vezes angustiada, somos adultos, mas continuamos a ser teus filhos, não é? A preocupação nunca deixa o coração de mãe sossegado, agora percebo isso.

Agora que sou mãe... consigo perceber, aquela intuição, que só as mães tem, de sentir que os filhos não estão bem, que precisam de um colinho... minha querida mãe, como é bom o teu colinho.

Agora que sou mãe...consigo perceber, que mãe tem sempre razão, até quando parece que não tem... e quando crescemos, dizemos muitas vezes, a minha mãe é que sabia, a minha mãe fazia assim...

Minha adorada mãe, já te disse muitas vezes, mas vou repetir mais uma vez... TENHO MUITO ORGULHO EM SER TUA FILHA. Tudo o que sou, devo-o a ti, a mãe que sou não se compara ao que tu és, porque tu és a melhor. Obrigado por seres minha mãe... Adoro-te... Feliz Dia da Mãe!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google+ Followers

Leitores do Blogue

O seu a seu dono!!!

As fotos aqui contidas são retiradas da internet e algumas são trabalhadas por mim.

Se é dono de alguma imagem, por favor, mande-me um e-mail (aparece nos dados do meu perfil) para que eu possa colocar as devidas referências ou excluí-las se for a solicitação.

Não há qualquer motivação aqui de ganho, por isto os direitos de autor serão respeitados.