segunda-feira, 25 de abril de 2016

Nómadas...

...assim é a vida de alguns dos nossos jovens... uma procura constante por uma vida melhor... saltam de país em país, em busca daquele que lhe trará aquilo que o país de origem não conseguiu...um futuro... são os nómadas da actualidade, que usam o avião e fazem dos aeroportos segundas casas. A vida resume-se a uma mala, sempre pronta para partir. São do mundo, não são de ninguém, aventureiros, destemidos e apesar de tudo carentes, saudosos do que vão deixando... na mala, em cada aventura, carregam a esperança de que seja a última viagem que fazem...  



domingo, 24 de abril de 2016

Biscoitos de alfarroba

Esta foi uma das primeiras receitas que fiz e da qual sou fã... eu e todos lá em casa, até os mais cépticos ficaram rendidos a estes biscoitos. O que mais aprecio nestes biscoitos é o seu sabor semelhante ao chocolate, o que é óptimo para aliciar os miúdos, mas sem os malefícios do chocolate. Agora há sempre um pote destas delicias, para saciar a vontade de comer chocolate e desaparecem num instante.
 
Para saber sobre a alfarroba e seus benefícios passem no blog "Mundo da Alfarroba".

sábado, 23 de abril de 2016

Muda de vida!



Tal como diz a música:

"Muda de vida se tu não vives satisfeito
Muda de vida, estás sempre a tempo de mudar
Muda de vida, não deves viver contrafeito
Muda de vida se há vida em ti a latejar" 

Solução


Muitas vezes a solução está tão perto!


Sissi

Para participar na brincadeira da Chica, clique na imagem



sexta-feira, 22 de abril de 2016

Uma imagem, 140 caracteres

Aproveitar o tempo!



Achamos sempre que temos tempo, mas o tempo é pouco, mesmo para quem acha que tem muito tempo.

Devemos aproveitar o tempo que a vida nos dá.

Sissi

Esta é a minha participação para "Uma imagem, 140 caracteres" iniciativa dos blogs "meusdevaneiosescritos" e "devaneiosedesvarios"

domingo, 17 de abril de 2016

Gentileza

A gentileza fica bem em qualquer situação!






Tenham um bom domingo!!

Sissi


Para participar na brincadeira da Chica, clique na imagem


sábado, 16 de abril de 2016

Ai valha-me...

...quando é que chega a primavera? Estou fartinha desta chuva que não pará, da roupa de inverno, do calçado fechado... quero passear ao sol, repousar na cama de rede, usar chinelo e pintar a unha do pé... por esta altura, já devia ter trocado as roupas de inverno pela mais frescas... se bem, que pensando agora um pouco, ainda tenho de reoorganizar os roupeiros... o que eu gostava mesmo era de umas coisinhas assim...




quarta-feira, 13 de abril de 2016

O que me deixa "louca"...

Na sequência da reflexão anterior, digo-vos que o que me deixa "louca", é quando avaria a máquina de lavar a roupa... a sério, principalmente quando se lembra de pifar quando mais preciso dela. 

Um pequeno desafio...

Ora vamos lá a um pequeno desafio... partilhem comigo... 

QUAL É O EQUIPAMENTO QUE QUANDO AVARIA VOS DEIXA COMPLETAMENTE PASSADOS??


Logo, logo conto-vos a minha última aventura... entretanto, vão-me contando o que é que vos deixa "loucos" quando avaria...

domingo, 3 de abril de 2016

E é a única coisa que levamos connosco quando morremos...


Fotografia 

Amar pode doer
Amar pode doer às vezes
Mas é a única coisa que eu sei
Quando fica difícil
Você sabe que pode ficar difícil às vezes
É a única coisa que nos mantém vivos


Nós mantemos este amor numa fotografia
Nós fizemos estas memórias para nós mesmos
Onde nossos olhos nunca fecham
Nossos corações nunca estiveram partidos
E o tempo está congelado para sempre


Então você pode me guardar no bolso
Do seu jeans rasgado
Me abraçando perto até nossos olhos se encontrarem
Você nunca estará sozinha
Espere por minha volta para casa


Amar pode curar
Amar pode remendar sua alma
E é a única coisa que eu sei
Eu juro que fica mais fácil
Lembre-se disso em cada pedaço seu
E é a única coisa que levamos connosco quando morremos


Nós mantemos este amor numa fotografia
Nós fizemos estas memórias para nós mesmos
Onde nossos olhos nunca fecham
Nossos corações nunca estiveram partidos
E o tempo está congelado para sempre


Então você pode me guardar no bolso
Do seu jeans rasgado
Me abraçando perto até nossos olhos se encontrarem
Você nunca estará sozinha
E se você me machucar, tudo bem querida
Apenas as palavras sangram
Dentro destas páginas, apenas me abrace
E eu nunca te deixarei ir
Espere por minha volta para casa


E você poderia me colocar
Dentro deste colar que você usou
Quando tinha 16 anos
Perto do seu coração onde deveria estar
Mantenha isso no fundo de sua alma


E se você me machucar
Mas está tudo bem, querida
Apenas as palavras sangram
Dentro destas páginas, apenas me abrace
E eu nunca te deixarei ir


Quando eu estiver longe
Me lembrarei de como você me beijava

Ouvindo você sussurrar pelo telefone
Espere por minha volta para casa

Santiago de Compostela

Como já vai sendo costume, aproveitamos as férias escolares e fizemos uma escapadinha cultural com os miúdos. Desta vez, o destino escolhido foi Santiago de Compostela, já que era uma cidade que não conhecíamos. Ali chegados ficamos encantados com o centro histórico, onde tudo muito limpo e bem preservado, quase que nos obriga a viajar para a época em que foram construídos os edifícios. É claro que o ponto alto da visita a Santiago de Compostela, é de facto a sua catedral. É impossível ficar indiferente a esta construção magnífica. Apesar de andarem a fazer obras de manutenção, não deixa de impressionar a magnitude da construção.



LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google+ Followers

Leitores do Blogue

O seu a seu dono!!!

As fotos aqui contidas são retiradas da internet e algumas são trabalhadas por mim.

Se é dono de alguma imagem, por favor, mande-me um e-mail (aparece nos dados do meu perfil) para que eu possa colocar as devidas referências ou excluí-las se for a solicitação.

Não há qualquer motivação aqui de ganho, por isto os direitos de autor serão respeitados.