segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Novo desafio!


Começa já amanhã o novo desafio aqui do blog. Vamos fazer um Calendário do Advento virtual. O que se pretende é que durante 24 dias, se partilhe o que apetecer com o tema Natal. Pode ser textos, poemas frases, fotos, receitas, sugestões de prendas, tradições, etc. 

Vai funcionar como os outros desafios, por isso... Vão pensando e amanhã apareçam. 

sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Há dias assim!!!

"Roubei" daqui... teve de ser... é a expressão de tantos e tantos dias... dias em que recomeçar é a única opção...

 
[Sissi] Nov2015

"Há dias em que a vida vai acertar-te na cara, vai fazer-te cair do trapézio e não te dá rede, vai fazer-te viver o escuro, a sombra, o avesso e o lado que ninguém quer.
Vai fazer-te enfrentar, de olhos abertos, o encandeamento que não te deixa ver bem.

sábado, 14 de novembro de 2015

Hoje foi o dia...




Agora sim... chegou o frio, e com ele a vontade do aconchego da lareira... por isso... hoje acendemos a nossa e soube tão bem!

sexta-feira, 13 de novembro de 2015

Me Voy Enamorando!



"Ante cualquier enfermedad no existe remedio o tratamiento màs efectivo que el AMOR" 

(Chino e Nacho)

quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Não faço questão!


Assumo... sou fã dos D.A.M.A... a mais recente...

Serões à lareira... ou quase...

... por acaso, este Outono e já vamos quase a meio do mês, está a ser um pouco estranho em termos de temperaturas... de dia está um calor primaveril e à noite está frio, mas não chega para ainda arrefecer a casa. Por isso, por aqui vamos fazendo serões à lareira (apagada), retomando os trabalhos em tricô que ficaram parados durante o verão! 

quarta-feira, 4 de novembro de 2015

A vida é curta...


"A vida é curta. Não tem ensaios. Quando demos por isso já passou. Perdemo-nos nos dias mortos em busca dos dias livres. Chateamo-nos com o que é de relativa importância. Travamos guerras insustentáveis. E um dia percebemos que nada disto faz sentido. Que é tudo tão breve e de relativa importância. Que poderíamos fazer tanto mais da vida que temos. Se não existisse o medo, a insegurança e as dúvidas que nos assolam.
Quando queres, diz! Faz! Pede! 

A resposta foi "não"? E então? É que também pode ser "sim" e ganhas um mundo novo."

- Rita Leston -

Quando for adulto, sei que não quero ser...Enfermeiro



Este excerto de um texto escrito por um menino de 13 anos e partilhado no blog "Vidas com vidas", já tem mais de 3 anos, mas é tão real e actual que não podia deixar de partilhar. Sei por experiência própria que os nossos filhos, os dos casais enfermeiros, tem uma percepção e uma noção do que é a nossa profissão, como mais ninguém tem. Tem as ausências, as trocas de turno que se fazem em casa, no carro e muitas vezes nos corredores do próprio hospital. O cansaço, a falta de paciência, as folgas programadas que de um momento para o outro deixam de existir e as chamadas ao meio da noite. Mas apesar disto tudo, penso que também tem um visão da fragilidade humana como muitos adultos não possuem. Vivem o nosso viver, é impossível não ser assim...
Quanto aos meus filhos, o mais velho já tem ideia do que quer ser quando crescer e não quer nada com a área da saúde... a mais nova, ainda é muito nova... mas apesar de viver na primeira pessoa, grande parte das dificuldades descritas no texto, está muito inclinada para seguir as pisadas do pai e da mãe... o tempo dirá... leiam o texto. 

terça-feira, 3 de novembro de 2015

Bodas de Marfim


No casamento não há duas pessoas perfeitas, existem sim, duas pessoas imperfeitas com seus defeitos e limitações. O casamento é aprender a respeitar e conviver com a imperfeição do outro. A força e o poder de um casamento, não estão no amor que nos uniu, mas no amor que nos faz permanecer 14 anos unidos, apesar dos percalços, lutas, alegrias e tristezas. É assim, o casamento constrói-se dia-a-dia, é viver o ontem, o hoje e o amanhã e melhorar todos os dias.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google+ Followers

Leitores do Blogue

O seu a seu dono!!!

As fotos aqui contidas são retiradas da internet e algumas são trabalhadas por mim.

Se é dono de alguma imagem, por favor, mande-me um e-mail (aparece nos dados do meu perfil) para que eu possa colocar as devidas referências ou excluí-las se for a solicitação.

Não há qualquer motivação aqui de ganho, por isto os direitos de autor serão respeitados.